top of page

A comunidade que cresceu junto com o bairro do Gopoúva

 

No ano de 1929, com o crescimento do bairro do Gopoúva, Guarulhos (SP), que era constituído de casas simples, pequenos armazéns e ruas de terra, foi construída a pequena capela dedicada a Santo Antônio de Pádua, que neste ano de 2023, completa 94 anos de presença na região.

 

O primeiro padre a se estabelecer na comunidade foi Antônio Testa (Tito), religioso de Sion, que chegou ao bairro em meados dos anos 50.

 

Os anos foram passando e juntamente com o crescimento do bairro e cidade, cresceu também o número de fiéis da capela, até que no ano de 1977, a Igreja de Santo Antônio foi elevada a paróquia, através de decreto assinado por dom Emílio Pignoli, bispo diocesano de Mogi das Cruzes, diocese na qual a capela pertencia nessa época. A paróquia foi criada em 06 de janeiro de 1977 e instalada no dia 14 do mesmo mês e ano, tendo como seu primeiro pároco, o padre Tito.

 

Nasce a Diocese de Guarulhos

 

Padre Tito exerceu a função por aproximadamente dez anos, sendo que em 30 de janeiro de 1981, foi então criada a Diocese de Guarulhos, pelo Papa João Paulo II, empossando como primeiro bispo, dom João Bergese, em 11 de fevereiro do mesmo ano. Esse mesmo bispo, em 07 de março de 1987, deu posse ao segundo pároco da paróquia, padre Lauro Luiz Vizioli, exercendo a função por mais de dezenove anos.

 

Entre os anos 80 e o início dos anos 2000, o bairro de Gopoúva se desenvolveu ainda mais, dando origem a novos bairros vizinhos, e com a paróquia não foi diferente. Para atender às necesidades dos fiéis, passou por duas grandes reformas, até chegar ao atual prédio. Neste ínterim, foram criadas duas capelas, Nossa Senhora do Sion no bairro da Vila Paulista, e a de São Judas Tadeu no bairro da Vila Tijuco. Em 23 de setembro de 2006, o segundo bispo da Diocese de Guarulhos, dom Luiz Gonzaga Bergonzini, empossou o terceiro pároco, padre Otacilio Ferreira de Lacerda.

Exerceu a função por 10 anos, até ser nomeado pelo Papa Francisco, em 21 de dezembro de 2016, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte.

 

Durante esse período, passaram pela paróquia três vigários, que muito contribuíram na evangelização do povo de Deus. Foram os padres Antônio Carlos Frizzo, Berardo Graz e Paulo Afonso Alves Sobrinho.

 

Em 2012, toma posse, dom Joaquim Justino Carreira, como terceiro bispo. Faleceu, pouco tempo depois, em setembro de 2014.

 

O ano de 2013 ficou marcado, tanto na paróquia como na diocese, pelos falecimentos do bispo emérito, dom Luiz Gonzaga Bergonzini, e do pároco emérito da paróquia, padre Tito, aos 96 anos de idade.

 

A paróquia criou, durante esses anos de caminhada, alguns filhos religiosos. Destacamos os padres Fabrício Bezerra, Daniel Reichter, Cássio Farias e a irmã Gilda Prado.

 

O Papa Francisco, em 29 de janeiro de 2014, nomeou como quarto bispo de Guarulhos, dom Edmilson Amador Caetano, que até então, era bispo de Barretos.

 

Padre Edson assume a paróquia

 

Em 18 de fevereiro de 2017, dom Edmilson empossou o quarto pároco, padre Edson Roberto dos Santos, que lidera a paróquia até os tempos atuais.

 

Desde então, padre Edson junto com seu vigário, padre José Miguel, dedicam-se com muito zelo pelo crescimento espiritual do povo de Deus, com a firme missão da evangelização.

 

E a história, ao longo de 2023 e pelos próximos anos, continuará a ser escrito por todos nós. Amém!

bottom of page